Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2014

Crôuvicas de Bruxelas: Lava-duras & Deter-gentes I

[Começo uma série nova: a dos utilizadores da lavandaria automática, o bom do "Lavoir", onde passo uma das minhas mais divertidas horas semanais.]

Ele não terá ainda 25, mas lá em casa nada mudou desde que tinha 16 e lhe ofereceram a primeira mota. A mãe encarrega-se de tudo. Ele tem de gerir a sua relação com o mundo exterior, ela é como se fosse simultaneamente estrangeira e surda. Para juntar ao modo "eu só vim ver a bola", em que se limita a olhar para as coisas que ele resolve, vem acompanhada de um poodle que parece drogado, já que praticamente não se mexe. Que mulher é esta e que história é a dela, para precisar de tantos intermediários entre ela e a realidade? E está arranjada; e fala Francês com o filho. Que história a prende mas também lhe facilita a vida? Sentam-se os três nas cadeiras ao meu lado - o poodle no chão, quase irreal de tão imóvel. O entretenimento da mãe é ver os círculos infinitos que as roupas descrevem na máquina. Não fala, não diz mais …

Europe by train: os nervos da fronteira

Curso de Escrita Criativa em Bruxelas

desnaufragadas: páginas de Diários dormentes, I

Europe by train, IX: phone bullying