Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2010

Bendito Rotativismo

Parece que a zanga de Passos Coelho tem fim previsto: já há reunião de "coronéis" (sem a coragem dos outros) mandatados para discutirem poupanças de 10 a 20 euros no orçamento de cada português. Tudo vai acabar com pomposas declarações, facies alterados e resoluções de grandes compromissos.
Tudo isto é vergonhoso, dos dois lados: o PS gasta, sem nenhuma cara. Qualquer historiador daqui a 20, 30 anos, coleccionará as declarações de Sócrates no último ano como a evolução de uma piada trágica - da retoma, à evolução, ao caos. Agora temos um orçamento que nos "abriga". Num ponto tem razão: somos todos pedintes à procura de uma caridade que já não há em lado nenhum. No lado do PSD, porque rigorosamente não há ideias, não há projecto: só "deixá-los cair", para depois apanhar "isto" no pior estado possível.
Tudo isto é vergonhoso, dos dois lados, porque esquecem sempre o terceiro excluído: o povo - nós.

100 anos de República, I

Há cem anos começou a República.
O que se celebra hoje?, muitos perguntam. O fim da Monarquia, o início de um novo regime? A Monarquia há muito que tinha acabado como regime, e restava-lhe reinventar-se (o que manifestamente não podia, com uma opinião pública maioritariamente republicana) ou terminar. A ditadura de João Franco tinha sido o último tiro de pólvora seca num regime moribundo. Não havia espaço para mudanças.
Hoje, também não há espaço para mudanças. Há uma coisa que se chama União Europeia, o nosso porquinho-mealheiro, o nosso porquinho da Índia, o nosso único mar de pedra, quando o mar real há já tempo se fechou. Voltámos à tomada de Ceuta, em pleno início do século XV, quando era facto provado que este país não se aguentava com os recursos que tinha, e precisava de ir buscar fora o que não tinha dentro.
Hoje, também estamos no mesmo estado de fim de regime: uma figura presidencial que não serve para nada, um corta-fitas paternalista com espaço para discursos. Cavaco fez-se …